segunda-feira, setembro 22, 2008

Ela

Será que ela sabe o quanto?
Terrtórios inexplorados e imensos
esperando o olhar dela para existir.
Mas talvez nunca existam,
leis inesgotaveis,
regras gigantescas,
e uma cara hedionda me olhando
no espelho....
Será que ela sabe o quanto?

2 comentários:

Rosa disse...

Esse poema está muito enigmático, do tipo que não conseguimos traduzir mas capaz de deixar uma sensação paralisante.Algumas vezes ela, ele enfim o outro necessita de um sinal para saber o quanto...

jorginho da hora disse...

Tenho visto que as pessoas sabem mais do que deixam trasparecer. Mas nunca espere muita coisa nesse sentido.