quinta-feira, maio 06, 2010

Condições

Eu não tenho uma frase completa
Mais desejo muito mais que teu corpo
Mais que o beijo das flores e menos que a vastidão
De meu peito,
Abrigo para as nossas feridas e sutura para essa fonte de medos
Teu seio perene de menina marcada sem teu ciúme de
Quem não sabe viver,
Não poderei nunca mais retornar ao que fui
Nunca mais anular teu traçado nem esvaziar o seu cheiro
De mim
Contudo eu grito com gestos destinados a tombar
No vazio,
A tombar nessa luta tão linda
inútil, cega e sem fim.

2 comentários:

Erres Errantes disse...

Novo post Erres Errantes:

erreserrantes.blogspot.com

Visite!

Vivi Boop disse...

Fiz do teu poema uma pedra de pontas finas
Atirei-a na porta do amado
Saberá ele o que vc quis dizer o que eu quis que ele sentisse, ao receber voando pela janela tuas palavras?